Páginas

segunda-feira, 18 de julho de 2016

Vem aí o Baby nº2!!!


No dia que completava 10 anos de namoro com o marido eis que descubro que o amor novamente faz morada em meu ventre.
Ciclos curtíssimos de 24,26 dias, uma única relação sem preservativo, que não foi no dia fértil, o Anthony me dizendo que tinha bebê na minha barriga e um amor que transborda.
Não foi planejado, foi um susto, mas é o susto mais lindo da vida.
E agora meu pequeno sol terá outro pequeno sol para lhe fazer companhia.
Meu céu agora tem dois sóis.
Nada de enjoo, só sono, cólicas bem fracas e seios incomodando, ahhh e muito muito medo.
Achei que na segunda gestação seria tranquilo, que eu tiraria de letra, mas cá estou eu, torcendo para chegar logo a 13ª semana, mentira!!! Tô mesmo é torcendo para chegar no nascimento e ter meu baby 2 nos braços, mamando muito!!!
Depois de ler o post da Gabi Ramalho finalmente algo começa a se transformar aqui dentro, o medo vai dando lugar ao amor e a certeza de que vai ser, vai ter de ser. Obrigada Gabi pelo post,abriu os olhos e o coração <3!
É isso pessoas vem aí o Baby nº2!
Beijos nossos!

sexta-feira, 17 de junho de 2016

Criança não é mulher!

Ontem teve festa junina na creche, ganhamos um jogo de pega varetas e um conjunto com colar, brinco e pulseira (todo colorido), Anthony foi logo colocando o colar, assim como também ficou segurando o joguinho, afinal era dele, ele havia ganho no bingo, estava orgulhoso...rsrs
Minha mãe, meus avós estavam também na festa, todos comentando que o colar era de menina, de mulher, ao que o Anthony responde:
- Criança não é mulher!!!
Na cabeça dele, criança é criança, assim tudo igual, não tem é de menino ou é de menina.
Ao ouvir o meu filho falando isso morri de orgulho, fiquei muito feliz de ter um indicio de que estou no caminho certo, e que pelo menos um pouco, minimamente, estou contribuindo para transformar a sociedade =)

terça-feira, 24 de maio de 2016

Amnésia infantil!!!

Depois de comer chocolate (é, Anthony A-M-A chocolate) digo para o Anthony ir lavar as mãos, a pia é baixa, então ele alcança.
Ele volta para a sala com as mãos sujas:
- Filho você não lavou a mão?
- Ih mãe, esqueci de ligar a torneira!!!
Rsrsrs

terça-feira, 17 de maio de 2016

O pai e o filho

Ontem não estava muito bem e o Anthony com a corda toda, fato, fatissimo da maternidade, o dia em que você estiver mais cansada, doente, etc, será o dia em que seu filho tirará um “cochilo” de 4h30 durante a tarde…pode rir, eu sei que você se identificou com isso!
Pedi para o Anthony deitar comigo e me contar uma história, meia noite meu marido chegou e perguntou se ele não queria ir para a sala com ele, não só ele quis como foi todo feliz e saltitante (literalmente) para a sala.
Eles quebraram um pires, e combinaram que não contariam a ninguém…(ideia do Anthony), e não contaram mesmo, eu que ouvi a conversa entre as cochiladas.
Brincaram de montar.
Assistiram desenho.
Riram, conversaram e se divertiram muito.
Ontem eles estreitaram os laços, reforçaram os elos e me fizeram derreter de amor.
Fui dormir com o coração leve e cheio de gratidão, por poder assistir de pertinho o quão linda é a construção do relacionamento entre um pai e um filho e o quanto meu marido tem se esforçado para ser um pai melhor a cada dia.

quinta-feira, 10 de março de 2016

Vou te sarar...


Brincando no quintal com a Lucy (nossa SRD), o Anthony acertou uma bolinha em mim, dessas bem duras:
- Ai filho você me machucou! , e doeu mesmo...
- Vou te sarar mãe! -
E começa a me dar um monte de beijos bem estalados!
Quem é que não sara com um monte de beijos bem estalados?! Rsrsrs


terça-feira, 8 de março de 2016

Precisamos falar sobre o machismo!!!


Eu poderia vir aqui contar sobre  o desfralde, sobre o desenvolvimento do Anthony ou sobre a loucura que está sendo cuidar de filho, casa, marido and cachorra filhote super ativa! Mas algo tem me incomodado muito e eu não consigo simplesmente passar por cima.
Já é tão complicado ser mulher e nem vou enumerar todos os milhares de motivos, e fica ainda mais difícil e doloroso quando vejo mulheres sendo machistas, naturalizando o machismo e demonizando o feminismo, porque é tão difícil criar uma rede de apoio?
Você concordar que a máquina de lavar fez mais para as mulheres do que o feminismo é muita muita falta de informação, é cuspir no prato que comeu, se hoje temos espaço na politica, na internet, no mundo, é graças a essas mulheres feministas que foram lá e lutaram por isso, você não concordar com o movimento é um direito seu, agora desmerecê-lo é no minimo muita injustiça.
Dezenas de mulheres são estupradas, assediadas, assassinadas e espancadas diariamente.
Mulheres ganham menos que homens para trabalhar na mesma função.
Quem dera eu estivesse inventando tudo isso, uma rápida pesquisa no Google embasa tudo o que acabei de escrever.
Tem muita coisa que não concordo dentro do movimento, alguns pontos ainda são muito confusos para mim, mas um fato é crucial para que eu me declare feminista, sou  mulher e entendo que juntas somos muito mais fortes!
Entendo que ser feminista é lutar por igualdade, por respeito, por liberdade, e que ser feminista não me impede de usar maquiagem (embora eu não use), de ser romântica, de cuidar da casa e de ser mãe.
É preciso parar de tratar o machismo como algo natural, não é e não deve ser, e tem de ser combatido desde sempre, busco educar o Anthony para que ele se torne um homem íntegro, que respeite à todos, que não trate as mulheres como objetos e que entenda que todos temos direitos e deveres iguais! E fica aqui o meu desejo para que em todas as famílias seja assim!
Porque hoje eu não desejo para as mulheres flores ou bombons, eu desejo respeito, eu desejo igualdade!